segunda-feira, 6 de junho de 2011

O Que Quer Deus?, A Eclética Tríade de Eclipses, A Natureza da União Sagrada e Sabedoria dos Anjos

A pergunta mais importante na História da Humanidade…

Vou agora responder, neste blogue, à pergunta mais importante na História da Humanidade.

O que quer Deus?

Para muitas pessoas essa resposta será surpreendente.

Mesmo para os que não ficarem completamente surpreendidos, a resposta será dramaticamente diferente. Ela não chegará nem perto das ideias que as pessoas ouvem normalmente sobre Deus.

As ideias da Humanidade acerca de Deus produzem as ideias da Humanidade acerca da vida e acerca das pessoas. Ideias dramaticamente diferentes acerca de Deus produzem ideias dramaticamente diferentes acerca da vida e das pessoas. Se o mundo pode usar alguma coisa agora, é isso.

Nós estamos hoje à beira de uma guerra cultural global. As rajadas de abertura já foram trocadas. Os confrontos realmente importantes, as impensáveis batalhas do Mundo Futuro podem estar ainda por vir.

Dada a direcção que a Humanidade aparenta estar a tomar, pode parecer que este conflito maior seja inevitável. Não é. Há algo de muito poderoso que pode pará-lo: ideias dramaticamente diferentes acerca de Deus e ideias dramaticamente diferentes acerca da vida e das pessoas.

Tais ideias, se aceites e adoptadas, irão gerar maneiras dramaticamente diferentes de viver e de ser. Os valores vão mudar. As prioridades vão mudar. As estruturas do poder e os detentores do poder vão mudar.

Quando estiver tudo dito e feito o que vai mudar…ou, pelo menos, o que poderia mudar… é a História Cultural da Humanidade. Estamos a mudar a nossa história Cultural. E é o que estamos a fazer aqui na Conversa Global. Estamos a mudar a nossa História Cultural, propondo e co-escrevendo convosco, uma nova.

Estais também nisto connosco! Se sim, ficai por aqui agora… visitai este blogue com frequência… porque eu vou oferecer-vos aqui uma nova ideia – na verdade, muitas novas ideias – relacionadas com o que a nossa Nova História Cultural se poderia parecer.

A principal das quais são as nossas ideias sobre o que Deus Quer.

Penso que precisamos desesperadamente de mudar os nossos pensamentos acerca disso. Agora, para as pessoas que querem que as coisas fiquem da maneira que estão, esta poderia ser uma ideia perigosa. Porque a nova ideia que vai ser proposta aqui poderia mudar tudo. E mudança pode ser uma coisa perigosa de sugerir, não somente para as pessoas que têm a ver com o poder (para quem a mudança é a derradeira ameaça), mas também para as pessoas comuns (para quem a mudança é ameaçadora simplesmente porque conduz ao desconhecido).

O anterior Vice-Presidente dos U.S., Al Gore, está absolutamente certo numa entrevista no The New Yorker, em Setembro de 2004:

“Num mundo de desconcertante mudança, quando amplas e complexas forças ameaçam os marcos familiares e confortáveis, o impulso natural é agarrar o tronco da árvore que parece ter as raízes mais profundas e agarrar-se obstinadamente e nunca questionar a possibilidade de que não vai ser a fonte da vossa salvação”.

A parte final dessa frase (itálico meu) narra o conto das crenças da humanidade acerca de Deus e da vida em 15 palavras. O Sr. Gore confirma-o nesta próxima afirmação. “E as raízes mais profundas”, diz ele, “estão nas tradições filosóficas e religiosas que vão muito para trás”.

As visões de Al Gore deixam-nos a todos perante uma questão avassaladora: vai o caminho para diante ser encontrado no caminho para trás?

A resposta é não.

E, entretanto, como o anterior Vice-Presidente nota, nós nunca questionamos a possibilidade de as nossas tradições filosóficas e religiosas não irem ser a fonte da nossa salvação – presumivelmente porque nos sentimos ameaçados por tal questionamento – pode haver momentos em que não questionar estas tradições presentes pode representar uma ameaça ainda maior?

A resposta é, sim. E este é um desses momentos.

Assim, ficai por aqui. Voltai aqui todos os dias, pelo menos. Vamos andar num passeio de montanha-russa – e vós estais no carro da frente!

Neale

Mensagem de Neale Donald Walsch
12 de Maio 201
1


A ECLÉTICA TRÍADE DE ECLIPSES

Saudações Mestres! E assim nós os envolvemos numa Onda-OMM de Amor Incondicional. E com certeza este amor é um bem-estar centralizador e calmante que cada um de vocês desejará levar consigo nos meses restantes de 2011 e também durante 2012.

Queridos Seres Humanos, em junho de 2011 terá início um período de 30 dias que oferecerá mudanças conclusivas importantes para a Terra e, certamente, para a humanidade. Este período completará muitos movimentos que, na verdade, começaram há alguns meses atrás. A liberação dos cenários e situações da “velha energia”, bem como de relacionamentos que não estão mais em ressonância com a Nova Terra, ocorrerá no micro e no macro, globalmente e individualmente.

Nós lhes dizemos que os movimentos de grupos nos governos do Norte da África e do Oriente Médio fazem parte desse “vento de mudança”. Individualmente vocês descobrirão que haverá cada vez mais “licenças sabáticas” nos relacionamentos e que vocês estarão cortando laços – alguns temporariamente, outros permanentemente – com aqueles que carregam energias que, sem julgamento, são incompatíveis com as suas. Isto é apropriado. Muitas vezes o próprio processo de separação, liberado com amor, é o catalisador do crescimento e mudança para melhor. Isto se acentuará com as energias do Solstício de 21 de junho.

Os eclipses são momentos para se voltarem para dentro de si mesmos, curarem, liberarem e reestruturarem; para agirem em sintonia com o Eu Interior. Assim, cada momento desta oportunidade é uma dádiva que possibilitará a aceleração de vocês. Isto acontece primeiro com o Eu. E a remoção da estática facilita a capacidade de usarem melhor este importante fluxo do “Vento da Mudança”. Ao enfrentarem seus desafios particulares neste movimento, vocês acabarão ganhando em crescimento. Mas façam isto com amor. O amor é sempre a chave. Mas o amor exige força. E a impecabilidade é definida pela fidelidade a si mesmo. Agora é a hora! Aproveitem o dia!


TODOS OS MOMENTOS SÃO IMPORTANTES


É vital que todos vocês entendam e realmente percebam como cada momento que estão vivendo nestas energias aceleradas é verdadeiramente importante para o Cosmos, para a Nova Terra e para vocês mesmos. De fato existe uma nova energia neste planeta, e esta energia agora está procurando ativar mais a percepção e o coeficiente de luz de vocês. E, Queridos, a capacidade de manter mais luz intensifica a capacidade que vocês têm de expressar amor. Esse Amor começa por não apenas aceitar, mas amar verdadeiramente o Eu Divino. Vocês estão começando a entender como são realmente belos, e isto, Queridos Seres Humanos, é muito importante nestes momentos de Ascensão!

Todos vocês trazem dentro de si o poder de Deus, e lhes pedimos que permitam que esse reconhecimento, essa auto-aceitação renovada, esse AMOR imaculado os preencha. Isto é seu direito inato e é lindo. Vocês estão descobrindo este êxtase de Amor Imaculado em suas meditações, pois uma expansão transicional está ocorrendo nesta nova energia. Agora vocês estão se abrindo para enxergar mais claramente o quanto suas vidas são importantes, não apenas para a Terra, mas para o grande Cosmos também. Ah, sim, isto é verdade!

As vibrações desta expansão meditativa estão transbordando para os planos físicos nos quais vocês vivem… e VOCÊS fizeram com que isto acontecesse. O véu entre as dimensões afinou e a parte de vocês que está “do outro lado do véu” está estendendo carinhosamente as mãos através dele para tocar seus corações. E a parte de cada um de vocês que está numa dimensão superior é a sua parte quântica, o seu Eu Verdadeiro, que está sonhando esta profunda experiência de vida. Assim como nós, do Reino Angélico, esse Eu Superior deseja que vocês saibam o quanto são amados, e quão importantes e magníficos vocês realmente são. Queridos Seres Humanos, vocês conseguem imaginar isto?

VOCÊS ESTÃO NO CAMINHO

Muitas vezes vocês duvidaram de si mesmos! Muitas vezes sentiram que suas vidas não tinham sentido. Oh, Queridos, se apenas soubessem e aceitassem a verdade de que fizeram e continuam fazendo uma grande diferença! Sempre houve os desconfiados, os céticos, que diziam que a Ascensão jamais ocorreria, que a humanidade jamais consumaria esta sagrada graduação à consciência superior. Mas vocês conquistaram esta realização, a Ascensão agora é uma certeza. Ela está se manifestando! Na verdade, isto vem acontecendo há duas décadas, mas a maioria de vocês não reconhece em si o mérito por trazê-la à realidade. Muitos de vocês ainda não percebem que o trabalho que fizeram dos dois lados do véu, nos últimos 25 anos, mudou a Terra onde vocês nasceram, levando-a para uma freqüência e um paradigma totalmente diferentes.

Vocês são responsáveis por isso, mas a humanidade ainda não compreende o que vocês fizeram nem lhes dá o crédito por esta conquista. Mestres, o que vocês fizeram é exatamente o motivo de estarem lendo estas palavras que lhes estão sendo enviadas de outra dimensão. Então, permitam-me honrá-los enquanto falamos sobre o próximo mês e o restante do ano de 2011, pois vocês se tornaram muito mais fortes do que imaginam. Vocês deram um salto quântico… e independente dos dias do calendário de 2011, o que está diante de vocês é realmente um ano de salto! É um ano de Salto Quântico!

EQUINÓCIOS E SOLSTÍCIOS DE 2011

Os Equinócios e Solstícios de 2011 são excepcionalmente poderosos e servem a vários propósitos. Na verdade, eles são catalisadores e acionadores da Ascensão. Esses dias potentes deveriam ser usados para orações em grupo, cura, liberação, conclusões, meditação e, certamente, para uma profunda auto-análise. Os solstícios e equinócios restantes nos dois próximos anos são complexos e carregados de múltiplas inserções holográficas para a Ascensão, tanto da humanidade quanto do planeta. Nós lhes asseguramos que estes eventos astrológicos são infinitamente mais poderosos do que os equinócios e solstícios dos últimos milênios. Pedimos a cada um de vocês que os aprecie e utilize como sugerido. Reúnam-se nesses dias e o poder da Consciência de Grupo crescerá exponencialmente.

OS ECLIPSES PODEROSOS DE 2011

Além disso, 2011 terá um conjunto extremamente raro de eclipses complexamente codificados. Haverá um total de seis eclipses em 2011, sendo que três deles ocorrerão num período de 30 dias entre 1º de junho e 1º de julho. Este período será acentuado pelo Solstício de Junho.

“TRÍADE DE ECLIPSES” DO MEIO DO ANO

A poderosa “Tríade de Eclipses” do meio do ano ocorrerá em:

1) 1º de junho

2) 15 de junho

3) 1º de julho

Os três ocorrerão com exatamente 15 dias entre um e outro. Serão dois eclipses parciais do sol, ensanduichando um eclipse lunar de lua cheia, com espaço apenas o suficiente para respirar; então se preparem para uma viagem poderosa! Tudo isto será acentuado por um Solstício poderoso em 21 de junho. Embora os dois “eclipses externos” da Tríade sejam solares parciais, não pensem que suas energias serão diminuídas pelo fato de não serem eclipses totais, pois a energia de todos os três será extremamente potente e será sentida por todo o planeta, independentemente de ser ou não visível do ponto específico do planeta onde vocês estejam. A energia envolverá o planeta e afetará cada um de vocês.

O eclipse solar de 1º de junho será o início. Na verdade, a energia de cada um desses eventos possui um campo de intersecção que se expande energeticamente para os 3 dias anteriores e os 3 posteriores ao eclipse.

AS ENERGIAS:

O padrão energético da Tríade se relaciona com liberação, cura e reconstrução.

1º de JUNHO: Liberação e limpeza. Liberação dos antigos padrões de energia; padrões que podem estar enraizados e até ocultos.

15 de JUNHO: Cura através da aceitação de Enfrentar os Desafios, sendo fiel a SI MESMO.

1º de JULHO: Força e Conclusão do “Novo Eu”. Não apenas através da visualização dos atributos que se deseja criar, mas também tomando as atitudes necessárias, dando os passos necessários para manifestá-los.

O Solstício de Verão (de Inverno, abaixo do Equador) será a amplificação do fluxo energético de todos esses eventos. E em 2011, ele acrescentará uma energia exclusiva que precederá o Portal 11-11-11.

PORTAL 11-11-11

Na verdade, a formação e sustentação da energia do Solstício se estendem por 14 dias anteriores e 14 posteriores ao evento de 21 de junho. Esta é uma das energias mais magnânimas de 2011 e é a porta de entrada para a aceleração Cristalina de 11-11-11.

Assim, todos vocês do plano terreno estão agora imersos no campo de uma incrível energia cristalina. O resultado é que seus próprios campos áuricos e Corpos de Luz da Mer-Ka-Na estão se tornando, através da indução, energia extrema em movimento. É uma energia como a do desejo se expressando, e então agora o trabalho de vocês pede uma freqüência ainda mais refinada.

Pensem que quando vocês tomam vitaminas para o corpo físico, elas devem ser tais que possam ser absorvidas por ele para gerar vitalidade, bem estar e mais saúde. O mesmo acontece com a Transição Cristalina; na verdade, suas freqüências e energias são vitaminas de expansão de luz para o Corpo de Luz.

Agora a ressonância cristalina os envolve de modo que possam absorver suas simetrias originais em seus próprios campos de energia, transferindo-as, convertendo-as e ampliando-as no seu trabalho, nos seus desejos, nas suas realizações e em todas as formas que tocam a Terra e a humanidade.

O PORTAL DE DATA TRIPLA

O Portal de Data Tripla de novembro de 2011 será o dia especial mais potente do ano. Massas de seres humanos formarão a rede humana e se ligarão à Energia Cósmica, que está acumulada nos estágios finais da ativação da Grade Cristalina 144. Em 11-11-11, os Cristais Mestres Atlantes se ativarão ainda mais com o despertar inicial do Cristal da Comunicação Multidimensional no Vórtice Cristalino.

Este despertar recodificará sequencialmente os 12 Discos Solares Dourados em todo o planeta. Estes discos estão sendo ativados em 12 espirais helicoidais. Eles estão emitindo uma energia divina de campo zero, de amor puro, amor incondicional, um código luminoso que só pode existir na quinta dimensão e acima.

Em 11-11-11, o Disco Solar do Vórtice Cristalino será ativado sob a área da Montanha Pinnacle, em Arkansas, e isto completará a energia do Vórtice de Arkansas e depois unirá em rede os novos códigos de DNA por todo o planeta.

Os Discos Solares Dourados são o DNA, o padrão para o campo cristalino unificado na Transição Cristalina do planeta. Na verdade, eles estão sendo reprogramados pela Grade Cristalina 144 e dentro dela!

Os Discos Solares Dourados emitirão uma hélice de 12 filamentos, numa energia espiralada que servirá como protótipo do DNA para o aspecto cristalino através da Grade 144. Na verdade eles correspondem à capacidade da Terra de se regenerar e se remodelar, tornando-se, nesse aspecto, o DNA padrão ou modelo da Nova Terra. Eles são espirais energéticas. Na verdade, são mais espirais do que discos, mas realmente se assemelham a discos quando vistos.

Quando a sua Ascensão se completar, vocês terão maior acesso aos aspectos multidimensionais de si mesmos. Na verdade, para alguns de vocês, a Ascensão já ocorreu, em termos de multidimensionalidade, entendem?

Agora, a Terra e a Espécie Humana precisarão da Transição Cristalina, tanto da Terra quanto das expansões de energias de vocês. Portanto, VOCÊS é que a provocarão. Ela os ajudará em muitas funções; talvez mais do que imaginam.

Ela modificará a maneira como o corpo humano recebe a luz solar; ajudará na transformação luminosa translúcida do corpo físico; acionará a transição do corpo humano da base de carbono para a base de silício; e, assim, modificará as necessidades nutricionais do corpo físico humano. Defenderá a magnetosfera da Terra, defletindo meteoritos e cometas; e diminuirá os efeitos dos raios gama na atmosfera terrestre. Ela se manifestará graças a um esforço natural e científico; é o fruto natural da conclusão da Grade Cristalina 144.

OS ECLIPSES DE 2011

E Mestres, realmente esta combinação 4:2 de eclipses solares e lunares num único ano – em 2011 – é muito rara, então percebam que há um plano divino se desenrolando. Nós lhes dizemos que os Eclipses são oportunidades para energizar a mudança. Queridos, os Eclipses de 2011 são um presente para vocês fazerem quaisquer mudanças que considerem apropriadas no fluxo de suas vidas individuais e coletivas. Isto se consegue mais eficientemente sintonizando-se com esses eventos através da contemplação e revisão que estão à disposição nos equinócios e solstícios.

ORDEM PERFEITA

Alguns de vocês dizem e sentem que “Tudo funciona como devia, tudo está em perfeita ordem”. Mas este conceito é um paradoxo, Mestres. É como numa carta de baralho – uma das figuras está sempre de cabeça para baixo, de qualquer jeito que se olhe para ela, entendem?

Do ponto de vista superior, tudo está em perfeita ordem, mas da perspectiva da dualidade, não está! Se estivesse, não haveria nenhuma necessidade de lição, nenhuma necessidade de reencarnação. Basta dar uma olhada ao redor de vocês para saberem que a situação da humanidade no planeta Terra está longe de ser perfeita. Na verdade, NÃO vai funcionar como devia, até que vocês façam com que funcione!

Isto se aplica ao micro e ao macro. Há muito a ser trabalhado, muito a ser revisto. E tudo ocorrerá no tempo apropriado, Mestres.

ENCERRANDO:

Queridos, concluindo, deixem-me expressar, de modo inequívoco, que eu e o Reino Angélico estamos desempenhando a função especial de apoiá-los muito mais do que podem imaginar. Pois vocês também são Deuses em criação, centelhas do Divino tornando-se chamas violetas do Tudo O Que É.

Amamos cada um de vocês, todos vocês, e além dos véus vocês são parte de nós. Nós criamos um vórtice luminoso de grande respeito e apreciação por vocês. Estamos enviando esta energia para cada um de vocês no momento do “AGORA” em que lêem estas palavras. Podem senti-la? Abram seus corações e recebam o que estamos lhes enviando com amor.

Nós os honramos sinceramente, enquanto se movem para os dois anos finais da Ascensão Cristalina da Terra. E lhes dizemos que é a Ascensão da Terra que vai gerar o movimento de massa crítica para a Ascensão da humanidade física em dois ou três séculos. Tudo por livre arbítrio, por escolha própria. E nesse momento, não haverá mais guerra global, não haverá mais fome das massas.

Vejam, em 21 de dezembro de 2012 a Terra Ascenderá e a Ascensão estará disponível para a Humanidade. Mas não esperem que a Terra tridimensional, que vocês vêem à sua volta agora, siga o exemplo instantaneamente. Isto ocorrerá em três séculos, mas a energia expandida da Transformação Cristalina que vocês chamam de Ascensão é que vai permitir a transição da humanidade… um coração de cada vez.

Nos próximos dois anos, o amor pelo poder começará a ser substituído pelo poder do amor. Não duvidem disto, pois já está em ação. A transformação ocorre em um coração de cada vez, dentro de cada um de vocês. Portanto vocês devem SER a mudança que desejam ver!

É um futuro de Ascensão que vocês estão criando… e lhes dizemos que esse período de menos de três séculos é um piscar de olhos. Nós os saudamos. Vocês estão no caminho certo!

Diante de vocês se encontra um incrível despertar e conclusão. O ano 2011 é um momento de onipotente revisão, re-calibração e reestruturação. É realmente um momento de aceleração, amplificação e, certamente, de celebração. Cada um de vocês fez a diferença e partirá deste planeta com mais luz do que quando entrou. E vocês fizeram isto à sua maneira; em Amor. Eu os convido a sentir alegria, pois fizeram por merecê-la!

Eu Sou Metatron e compartilho estas Verdades com vocês. Vocês são Amados!

E assim é


Uma mensagem de Metatron canalizada por Tyberonn em
maio de 2011



A NATUREZA DA UNIÃO SAGRADA


Ainda hoje, quando os casais se unem e se separam a um grau que parece extraordinário, o casamento ainda é destinado a ser um sacramento entre duas pessoas que se amam. A qualidade eterna da consagração à Deus permeia uma união verdadeiramente sagrada, contrariando eternamente as atuais correntes da cultura popular que torna o divórcio um resultado fácil, embora não doloroso, em muitos casos.

Quando os votos do casamento se tornam secularizados, como em muitos casos, quando Deus não está incluído na aliança do casamento e em seu propósito, então o casamento não é mais sagrado. Ele se torna um veículo com o qual avalia a felicidade pessoal, e se e quando esta felicidade desaparece diante da dificuldade, não é surpreendente que muitos casamentos terminem.


O que é consagrado é de origem e de intenção Divina. Isto é o que significa a palavra “sagrado”. O que é consagrado ou “sagrado”, não pode ser mudado pelas tendências culturais, pelo tempo ou por crenças individuais. Um sacramento participa do Eterno – da ordem da Vida. Ele não pode ser alterado por lei ou por decreto, ainda que a sua natureza sagrada possa ser esquecida ou abusada. O matrimônio, como um sacramento, reflete a intenção de Deus para compartilhar as dádivas do amor e da alegria de amar com os dois, que, através do seu amor, trará os frutos de sua união ao mundo para o benefício do mundo, bem como para si mesmos. Estes frutos incluem ir muito além da geração de filhos. Eles são os frutos da alma, as expressões da alma, trazendo em maior manifestação o que é Divino a cada um dos parceiros, fazendo com que cada um seja um reflexo mais fiel do seu ser interior.


A natureza sacramental do casamento o torna mais do que uma ligação física, mais do que uma ligação emocional. É, em seu significado mais profundo, um laço espiritual, construído a partir da intensidade do amor entre duas almas. Consagrar uma união é trazer à concordância, não duas vontades, mas três – a das duas almas envolvidas e a de Deus. Uma união sagrada é uma aliança entre dois que se amam em Deus e com Deus, cuja adesão se torna uma expressão do desejo de cada um de amar e servir à Deus juntos.


Há um aspecto do serviço que nos é mais familiar que cresce organicamente a partir do amor. Isto envolve o desejo de trazer filhos ao mundo – uma ação que é verdadeiramente benéfica ao mundo e à Vida e que muitas pessoas reconhecem como tal. Há outro aspecto do serviço que é menos aparente, que requer mais consciência e intenção deliberada para cumprir. Neste tipo de serviço precisa haver uma disposição da parte de cada parceiro para expressar o Divino interiormente e viver cada dia a partir deste espaço sagrado. Tal serviço é manifestado no sentimento de devoção com o parceiro de alma, acompanhado por um desejo de auxiliar esta alma em sua expressão. Ele também se manifesta na maior área de escolhas da vida, através dos valores e atividades que a alma escolhe de comum acordo com a intenção e a vontade Divina.


Em uma união sagrada de almas, o objetivo de servir a alma do parceiro e o objetivo de cumprir o próprio propósito Divino são mantidos nos espaços mais profundo do coração e existem em harmonia. Em casos onde estes dois parecem estar em conflito, é algumas vezes porque em um caso ou no outro, não é a alma que está tendo a sua expressão quanto a que atitude tomar ou qual valor manter, mas a voz do eu exterior ou da personalidade que está se expressando. A reflexão profunda é frequentemente necessária para distinguir entre as duas. Nos casais e também nos indivíduos, isto envolve um processo de aprendizagem ao longo do tempo, através da prece e da meditação. A distinção entre “alma” e “personalidade” pode se tornar clara para nós, embora possa ser difícil de se imaginar em um primeiro momento, desde que não estamos acostumados a pensar em tais termos. Entretanto, há uma diferença. Viver como Deus quer que vivamos é viver a vida da alma. É em direção a isto que estamos avançando enquanto evoluímos, é isto que devemos alcançar, pois isto representa o ideal.


Incorporados como estamos atualmente em nossa identificação com a personalidade, ou com o eu exterior e não com a alma, e em nossa identificação com a família nuclear, e não com a família planetária, podemos não compreender que somente o que serve ao bem maior, o que serve à Deus e à própria Vida, pode dar ao amor a sua mais plena expressão. Uma união que serve somente ao bem dos dois, embora ainda um tributo à beleza e à maravilha do amor, não pode revelar a totalidade do que deve ser um relacionamento sagrado. Esta compreensão da revelação da natureza da nossa alma e da natureza da alma dos outros, está ainda por vir.


Retornemos ao início, no momento em que as almas se encontram e se apaixonam. Há uma razão pela qual as almas se unam no amor. A sua atração e o seu amor pelo outro lhes permite experienciar um dos grandes mistérios da vida e uma de suas maiores alegrias. A alegria e o amor de dois seres que se encontram são, no início, parte de um movimento da consciência, da visão interna e do reconhecimento do Amado na outra pessoa. A alegria com a qual o amor descobre a alma do Amado é uma experiência fundamental na vida. Ela nos revela não somente os nossos verdadeiros eus, mas também o nosso propósito de estarmos no mundo. É estar amando profundamente que cria esta sensação de propósito. Isto nos diz através de nossos sentimentos que estamos plenamente vivos quando amamos intensamente e com todo o nosso coração. Não estamos menos vivos quando não amamos.


O Amor que forma o alicerce de uma união sagrada é profundo assim. Ele procura dar de si mesmo além dos limites. Busca se estender em todas as direções, promovendo a expressão do Divino, intensificando as qualidades Divinas de cada parceiro, de modo que eles se tornem mais completos em sua expressão no mundo. Através de tal relacionamento, dois indivíduos se tornam algo para o outro e para o mundo, que nenhum deles poderia ter se tornado tão pleno por si mesmo. Esta então, é a natureza de uma parceria espiritual: intensificar o Divino em cada parceiro; auxiliar na revelação de cada alma para si mesmo e para o mundo; trazer ao mundo, seja através da ação, ou mais tranquilamente, através de um modo de ser, valores sagrados, valores que se estendem exteriormente e refletem a bondade de Deus e da Vida.


Há muitos casais, cujas dificuldades emocionais um com o outro, tornam a parceria espiritual de uma união sagrada difícil de atingir ou manter. Isto não significa que eles não estejam participando de uma união sagrada. Algumas vezes, tal relacionamento pode estar presente por algum tempo e submerso pelas dificuldades kármicas pelo resto do tempo. No entanto, a fim de que uma união sagrada permaneça sagrada, os dois indivíduos devem ser capazes, como uma base, de se elevarem ao nível da alma. Eles devem se esforçar por fazer isto, até quando surgem situações que tornam a vida difícil. É somente deste modo que o propósito verdadeiramente santificado da união pode se manifestar.


Se uma pessoa em um casal for capaz de fazer isto e a outra não, pode haver grande desapontamento e dor entre os dois parceiros. Tal diferença pode não ter sido aparente no momento da época do namoro, ou do encontro, pois é frequentemente o caso em que se apaixonam, que se vê a alma do outro claramente, e por causa disto parece que todas as limitações podem ser alteradas através do amor. Que esta revelação não continue do mesmo modo através dos anos, é uma função da necessidade básica para a cura pessoal. É um reflexo da presença de correntes sutis da personalidade, que não estão em harmonia com o resto, que devem ser observadas. Estas correntes da personalidade estão, na maior parte, no fundo, quando dois seres que se amam se encontram. Elas entram em primeiro plano e se colocam em movimento enquanto a vida evolui, de modo que elas possam ser curadas.


O processo de cura a que dois parceiros se comprometem juntos é também um processo sagrado, mas de um modo diferente do que está sendo chamado de uma união “sacramental”. Desde que cada indivíduo é uma alma, e cada alma encarna a fim de evoluir e aprender, a cura mútua realizada pelas almas como parte do seu amor, é, certamente, um relacionamento da alma, geralmente concordada antes de vir à encarnação. Entretanto, uma união principalmente Karmica, por causa das complicações emocionais que ela tende a se prestar, é diferente do que a expressão viva de um sacramento. Em uma união Karmica, frequentemente são emoções negativas que são manifestadas entre os dois parceiros. Estas podem gerar atritos e discórdia contínuos, com pouco da alma de cada participante à vista. Em uma união sacramental, são principalmente as qualidades positivas da alma, as qualidades interiores do ser, que buscam e procuram se expressar dentro e através do relacionamento.


Hoje, na maior parte do tempo, o casamento é uma associação dos dois. É deste modo que manifestamos a nossa necessidade para a cura e a evolução como almas. Em circunstâncias ideais, quando duas almas passam conscientemente por um processo de purificação individualmente e juntos, as correntes não curadas da personalidade se manifestam de um modo que possam ser observadas, contidas e trabalhadas, e não expressas em ação. A purificação, com a sua ênfase na prece e na consciência, requer muita maturidade espiritual e emocional, bem como um senso de responsabilidade a fim de que ela seja verdadeira. Isto é especialmente necessário quando as correntes da personalidade surgem e tiram a expressão da alma do casal. A prece e a reflexão são necessárias nestes momentos. A discussão é necessária. A comunicação é necessária. O objetivo mútuo de elevar a união ao nível mais elevado deve ser mantido pelos dois parceiros, com o trabalho em direção à parte final da manutenção diária do relacionamento. É frequentemente nos detalhes da vida e na qualidade da atenção com que são compreendidos, que pode ocorrer a maior aprendizagem.


Algumas vezes é difícil ser atencioso. É difícil ser consciente. Um está cansado, sentindo-se mal em relação a alguma coisa, e usa isto como razões para não estar consciente. Então, é mais provável que partes não curadas da psique não sejam observadas, notadas ou contidas – que eles agirão inúmeras vezes a um grande custo para o relacionamento. Tais padrões são certamente, caros. Eles envolvem um tempo e esforço preciosos, ficando desgastados, tentando re-estabilizar um relacionamento, seguido a cada evento discordante que perturba a harmonia e o fluxo.


O processo de purificação pode ser de grande ajuda aos casais se eles o compartilharem juntos. Então, ambos podem estar conscientes dos padrões que eles mantêm e podem se ajudar a encontrar meios alternativos de lidar com estes padrões. A prece e a devoção à Deus são partes essenciais da purificação, e assim não é uma questão de apenas pensar em alternativas psicológicas como os principais meios para a cura, mas de invocar o Eu Superior para ajudar com o eu inferior e Deus para ajudar com tudo. A devoção à Deus e um desejo de elevar a personalidade para o Eu Superior é necessário em ambos os parceiros em uma união sagrada. Esta intenção é finalmente a chave que liberará ambos da imersão nas questões karmicas do passado.


Infelizmente, acontece algumas vezes que um parceiro em uma união é menos consciente do que o outro, e parece querer permanecer menos consciente. Ele pode ter um medo de se tornar mais “desperto”, de assumir mais responsabilidade por si, ou de se defrontar com as suas fraquezas e inadequações pessoais. Quando é este o caso, pode resultar um desequilíbrio, com um parceiro se tornando mais responsável pela consciência e autoconsciência, e o outro permanecendo mais passivo. Este desequilíbrio pode ser viável, e, de fato, pode promover a aprendizagem no parceiro menos consciente, se ele for compassivo e houver gratidão pela aprendizagem oferecida. Mas se for um grave desequilíbrio, e a maior parte da responsabilidade pela consciência for realizada por uma pessoa, ao invés de por ambos os parceiros, então a discórdia e o atrito serão os resultados, com o desapontamento sentido pelo que seja mais responsável, e os sentimentos de ser acusado, criticado, ou diminuído, sentido pelo que seja menos consciente.


A importância da escolha de um parceiro na plenitude de compreender quem é o outro, tanto em sua beleza, quanto em sua falta de integridade, se torna aparente enquanto o tempo passa e as dificuldades surgem – dificuldades que não eram vistas ou foram subestimadas no início do relacionamento. Então, o compromisso das duas almas com a verdade de quem elas são um com o outro, pode ser duramente testado.


Se os parceiros em uma união não estiverem funcionando a um nível de alma, ou não estiverem interessados em elevar o seu relacionamento a este nível, as dificuldades que ocorrem, que estão baseadas em partes não curadas de uma personalidade ou da outra parecerão grandes, causando dúvidas e confusão no relacionamento de uma forma contínua. Se os parceiros pudessem estar com o outro e com Deus e pudessem santificar a sua união, sabendo realmente que eles estavam criando o compromisso mais profundo com o outro – se eles fossem capazes de assumir a sério este compromisso, para permanecerem juntos, em uma vida com Deus – então grande aprendizagem e grande alegria poderiam ocorrer.


Tal união formaria a área na qual ambas as almas aprenderiam mais sobre elas mesmas e sobre o seu relacionamento com Deus, do que elas poderiam ter feito separadamente. Elas aprenderiam isto juntas, desde que promoveriam esta aprendizagem no outro. Isto não é muito comum hoje, entretanto. A maior parte dos casais que se une, não se conhece em seu ser Divino e não fazem o compromisso de serviço à Deus, como parte de sua união. Eles também são incapazes de levar a sério, ou de modo sacramental, a profunda natureza de tal compromisso. Estas uniões, que são mais seculares do que sagradas, estão baseadas em nossa atual falta de consciência em relação a nossa própria identidade. Isto contribui com a tomada de decisão de se unirem a partir de uma parte mais superficial do ser, ao invés de uma parte mais profunda. Então, porque isto é assim, não há frequentemente o firme alicerce da verdade sobre o qual permanecerá quando as dificuldades na vida surgirem e precisarem ser tratadas ao longo do caminho.


Contanto que as pessoas estejam inconscientes sobre a sua natureza mais elevada, contanto que elas não ajam a partir da essência da sua alma, elas não serão capazes de reconhecer esta essência da alma nos outros e não serão capazes de julgar com quem elas estão realmente se unindo. Elas assumirão a pessoa que elas amam como o eu exterior, e se e quando este eu exterior muda, ou não encontra as expectativas que a promessa original do amor trouxe, elas ficarão desapontadas.


A alta taxa de divórcios na sociedade hoje reflete o nosso nível de consciência sobre o que os relacionamentos envolvem e como nos percebemos. Ela reflete a nossa tendência de escolher a separação quando as nossas expectativas frustradas se tornam muito fortes. Reflete também a tendência histórica em direção ao secular e distante do sagrado, e a sua consequente alteração na percepção do que significa o casamento.


A estabilidade e a longevidade do casamento poderão somente aumentar quando as decisões sobre o casamento forem baseadas em uma compreensão mais verdadeira da natureza sacramental de tal união, e também em uma compreensão mais verdadeira de quem é que se está casando. Até então, e até o propósito de Deus se tornar o propósito de cada união no amor, na confusão, na dor e na dificuldade em que muitos casais se encontram, é provável que continue com o divórcio permanecendo como a solução para o problema da dor.


Entretanto, esta situação está mudando hoje. Os corações estão se abrindo, e com isto uma maior valorização do amor e da verdade está ocorrendo. Um despertar mais profundo para os princípios espirituais está surgindo. Quando acontece que duas pessoas que se amam estão bem conscientes e sabem que elas estão escolhendo se unir a fim de se amarem do modo mais profundo possível, e através do seu amor trazer algo precioso ao mundo, para o benefício da Vida, então há motivos para celebração no céu e os anjos se rejubilam com o triunfo do amor em toda a sua pureza. Então, há a vitória para Deus e uma bênção dada aos corações de todos que serão tocados de forma única pelo amor entre os dois que estão se unindo.


Uma união sagrada deste tipo estende o amor bem além dos limites que alguém possa imaginar. Ele cria um envoltório ou atmosfera que está infundida pelo amor, uma atmosfera na qual outros podem ser convidados. É este envoltório que é uma dádiva para outros que sejam reforçados por ele, quando as suas vidas se cruzam com a pureza do amor, e os seus corações se abrem para testemunhar uma união sagrada, tornando-se possível dentro de si também.


Julie Redstone
Maio de 2011


SABEDORIA DOS ANJOS
APHRODITE

Desperte a deusa dentro de você, através da dança, do próprio cuidado e da apreciação de sua divindade. Permita que a sua sabedoria interior feminina e a beleza dinâmica se manifestem. Cuide do seu poder. Não importa se o seu corpo é masculino ou feminino, você tem uma feminilidade que o estimula e o guia com os seus princípios intuitivos. Agora é o momento de se tornar consciente, cuidar e celebrar a sua magnificência!

Sobre Aphrodite – Aphrodite é a deusa Grega da paixão e do amor, que é associada ao planeta Vênus. O nome de Aphrodite significa “nascida da espuma”, pois a lenda diz que ela surgiu dos genitais castrados do seu pai Urano, os quais foram lançados no oceano. Assim, Aphrodite representa a energia sexual feminina imperturbável. Aphrodite ajuda as mulheres a se sentirem confortáveis com os seus corpos e a sua sexualidade. Ela ajuda a ambos os sexos a experienciar mais paixão em seus relacionamentos, e a se tornarem mais equilibrados, tanto quanto diz respeito à energia masculina/feminina individual.


Do Oráculo de Orientação das Deusas de Doreen Virtue


com Sharon Taphorn
29 de Maio de 2011.

-=.=.=.00|||00=.=.=.---

SABEDORIA DOS ANJOS
SABEDORIA
Você é uma pessoa mágica

Fale com sinceridade, pense com sinceridade e aja com integridade


Você pode manifestar tudo o que deseja com as suas intenções claras. Cada um de vocês tem a habilidade de se ligar ao reservatório universal da abundância. Quando você confiar com uma profunda sabedoria interior, começará a criar como que por mágica. A Sabedoria dos Anjos lembra que quando você acredita que é digno e merecedor é que permanece plenamente em seu poder.


Se estiver confuso e indeciso, é porque não tem informações suficientes. Pedimos que faça a pesquisa e busque o conselho de especialistas. Isto o ajudará a tomar decisões para si mesmo que você confie. Peça aos seus Anjos para guiá-lo e esteja aberto aos sinais e aos anjos humanos que são colocados em seu caminho.


Afirmação: Eu confio em minha habilidade de criar. Eu percebo os sinais dos guias e dos anjos rápida e facilmente, e estamos sempre conectados uns com os outros.”


Você é ternamente amado e apoiado,


Os Anjos


com Sharon Taphorn
28 de Maio de 2011.

--=.=.=.00|||00=.=.=.---



Um comentário:

Arye disse...

gostaria de mandar duas imagens do "semador de estrelas" da Lituânia... recebi num email da minha cunhada.. fiquei emocionda porque esse é o endereço desse blog q leio todos os dias :)
como faço?!